LogoNovoFazendasdoBasa-medio.jpg

UM TEMOR REAL E IMINENTE

Os EUA exercem um grande poder sobre os organismos financeiros internacionais, forçando a abertura da economia em outros países além de exercer um forte poder de manipulação sobre o mercado internacional.


Na Pecuária não é diferente, no último ano segundo dados levantados, eles exportaram 440.000 embriões para diversos países.


Diante da inanição do Brasil e de todos os envolvidos com o GIR Leiteiro e Girolando, aí refiro-me principalmente ao "Meio Sangue", não será surpresa se os EUA assumir o protagonismo mundial, com a "reexportação" de embriões de GIR Leiteiro e Girolando.


Estamos nos conformando com "pé na areia", quando podemos ter o oceano!


Não vemos atitudes dos órgãos governamentais, de lideranças do setor, em assumir essa responsabilidade, duas genéticas desenvolvidas no Brasil, com uma demanda mundial crescente e o País certamente perderá bilhões de dólares.


Evandro do Carmo Guimarães em suas sábias palavras, tem nos alertado sobre nossa incapacidade de mobilização do setor, de avançarmos nos propósitos, poucos lêem, poucos se importam, a Pecuária Leiteira Nacional está á deriva.


Brasília não ouve a voz dos currais, nossa representatividade no legislativo é mínima, ínfima!


Somos a irmã pobre da Pecuária de Corte, sem articulação e pior ainda, nos conformamos com esse "status"!


Além de todo o exposto, temos o mercado interno, o Norte, o Nordeste a ser suprido com a genética do GIR Leiteiro "O tesouro brasileiro"!


O Brasil está preparado para esse desafio?


Waldyr Barbosa Pedro Augusto Barbosa Editores Girbrasil


COMENTÁRIOS DO FACEBOOK: